Blog

19 abr 2022

Dicas para cuidar das roupas de outono e inverno

Dicas para cuidar das roupas de outono e inverno

Com o outono cheio de dias gelados e o inverno chegando, surge a dúvida: como cuidar corretamente das roupas de frio? A Maria te ajuda!

Cuidados iniciais
Independentemente do tipo de tecido, a separação das roupas por cor deve ser feita sempre, antes de lavá-las na máquina ou deixá-las de molho. Isso porque roupas coloridas podem desbotar e manchar roupas brancas. Então, nunca se esqueça dessa regra básica.
Também é importante separar as roupas por tipo de tecido, já que cada um deles exige um tipo de lavagem. Além disso, o atrito entre tecidos diferentes causa desgaste das fibras, além de contribuir na formação das temidas bolinhas.
As roupas de frio são pesadas, volumosas e geralmente ficam guardadas por muito tempo, por isso precisam de cuidados especiais para lavagem e conservação.

Para lavar
Por conta dos diferentes tecidos que temos nas roupas de inverno, o ideal é sempre olhar na etiqueta da peça qual é o modo correto de lavar. Outras dicas importantes são:
– Lave as peças delicadas à mão
– Retire todas as bolinhas indesejadas para não passar para outras peças
– Livre-se da umidade para evitar mofos e bolores
– Não coloque as peças de lã, cotelê e flanela na secadora, pois podem estragar as fibras do tecido ou encolher

Para secar
– Após lavadas, os cuidados continuam na secagem. Ao estender as peças, procure deixar um espaço entre as roupas, além de intercalar os tecidos entre os mais leves e os mais pesados. Desta forma, o vento irá circular melhor entre as peças.
– Outra dica é colocar o varal em um local arejado, se tiver pouco espaço, deixe próximo à janela.

Para guardar
Na hora de guardar as roupas, alguns cuidados são necessários:
– Casacos e sobretudos (em especial os de couro ou camurça) é recomendável usar cabides, assim você evita que a peça perca o formato.
– Roupas que você sabe que não vai usar é indicado guardar em sacos à vácuo, economizando mais espaço.

Essas são dicas que você pode colocar hoje mesmo em prática na sua casa. E se precisar de ajuda, chame a Maria!

 

Compartilhe